Rádio JOVEM PAN

94.1. Jovem Pan Itajaí

Ouvir

Maurício Manieri vê música mais descartável do que em seu tempo: "tinha mais filtro"

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Maurício Manieri no Morning Show - 16/04/2018

Maurício Manieri vê música mais descartável do que em seu tempo

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Maurício Manieri vê música mais descartável do que em seu tempo

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Maurício Manieri vê música mais descartável do que em seu tempo

Maurício Manieri estourou no Brasil no final da década de 1990 com o hit “Bem Querer”, que embalou o romance de muitas pessoas naquela época. Mesmo sem conseguir se manter em evidência após seu primeiro trabalho, o músico se diz feliz por ter uma ótima base de fãs, que lota os seus shows. Em entrevista ao Morning Show desta segunda-feira (16), o músico afirmou ver mais facilidades para um artista explorara o seu talento, mas que também há uma dificuldade maior para se manter relevante.

“É um mundo completamente diferente (o da música). Na época que comecei tinha uma estrutura das gravadoras, filtravam artistas que iriam aparecer. Hoje é tudo diferente, tem redes sociais e Youtube, completamente novo. Até para mim é novo, olho e não consigo entender. Um artista para sobreviver, precisa ter os moldes das antigas”, acredita.

O veterano de 47 anos aponta que as músicas de hoje me dia tem um prazo de validade e são facilmente esquecidas por conta dessa velocidade de se criar e explorar a composição.

“A música entra, faz sucesso e sai. É diferente eu cantar uma música eterna. Permanecer com uma carreira em pé é muito difícil. Um sucesso pode ser apenas momentâneo, hoje em dia tudo é mais descartável”, diz.

Mas e sobre ele mesmo? Será que faltou reconhecimento do público para que fizesse mais sucesso na carreira? Para Manieri, ele está feliz como está por ter um público consolidado e que o faz se sentir querido.

“Eu acho que não (se sentir desprestigiado). O artista tem que ter impressão pelo seu público. Ingressos esgotados em SP. Faz parte artistas serem mais reconhecidos do que outros. Eu me sinto muito querido pelo meu público”, finaliza.

Tags da Pan

Comentários